Zeólita: O mineral que vai transformar sua vida

Zeólita

O que é Zeólita?

A Zeólita é um Mineral vulcânico que se forma em locais onde rochas vulcânicas e cinza vulcânica reagem com água do mar. Quando a lava entra em contato com a água do mar, o processo de ebulição faz com que se mobilize o oxigênio e assim se dá sua estrutura porosa.

São conhecidos como PENEIRAS MOLECULARES pela sua capacidade de reter seletivamente moléculas. Tem uma estrutura física microporosa (alta superfície) e química aniônica (carga negativa). Isto resulta em uma alta capacidade de retenção de íons positivos (Metais Pesados, Amônia, Inseticidas, Cloraminas) em suas gaiolas e posteriormente serem eliminadas pelas fezes.

  • ZEO do Grego (ferver)
  • LITHO do grego (pedra)
  • PEDRA QUE FERVE

Zeólita agora é ZeoMASK

O que é Zeólita Clinoptilolita Premium

É a Zeólita produzida para consumo humano para uso em processos de desintoxicação, limpeza do organismo e proteção hepática.

Destina-se à prevenção, tratamento e suporte na recuperação de doenças pela neutralização de substâncias nocivas no aparelho digestivo.

Com essa neutralização há a proteção do fígado, que é o mais importante órgão de desintoxicação.

Indicações de Utilização

A neutralização de substâncias nocivas no aparelho digestivo é a sua principal ação.

Essa neutralização protege o fígado, que é o mais importante órgão de desintoxicação.

A Zeólita Clinoptilolita é de fácil utilização, segura e confiável, graças à sua composição a partir de substâncias naturais.

As partículas ultrafinas da Zeólita Ultra Fina Premium são ainda menores pela micronização do que as da Zeólita Standard.

Como resultado, eles têm uma área de superfície interna ainda maior e podem assim sequestrar mais poluentes e toxinas, o que permite reduzir a dosagem de 50% em comparação com o pó convencional.

O pó ultrafino é completamente sem “migalhas” e tão fino que você sente como se estivesse se dissolvendo.

A Zeólita Clinoptilolita Ultra Fina Premium é um mineral natural, 100% puro de origem vulcânica sem aditivos ou aditivos adicionais e não contém nanopartículas, apesar de sua finura.

Ela possui uma alta capacidade de adsorção seletiva, bem como uma função de peneira molecular contra várias substâncias, o que significa que pode ser usada para a quelação (sequestro) de poluentes tóxicos e metais pesados do corpo como, por exemplo: alumínio, chumbo, mercúrio, cádmio, xeno-estrógenos, aflatoxinas, amônio e histamina.

Ação Terapêutica – Possíveis Intoxicações do Corpo Humano

(Rins, Pulmão, Fígado, Pele, Tecidos E Ossos).

Quelante de metais pesados tóxicos como chumbo, mercúrio e cádmio. Sequestra aminas biogênicas nos intestinos como histamina, dimetilamina (reduz a formação de nitrosaminas), e outras substâncias tóxicas produzidas pela flora intestinal alterada (disbiose):

  • Desintoxicação de disruptores endócrinos/ xenoestrógenos.
  • Desintoxicação de poluentes radioativos.
  • Desintoxicação intestinal, sanguínea e da pele (evitando retro intoxicação).
  • Regeneração dos níveis da mucosa intestinal (rica em silício-precursor de colágeno).
  • Elevação do nível de antioxidantes (diminuindo radicais livres).
  • Fortalece o sistema imunológico Bloqueia os compostos tóxicos de amônia nos intestinos.
  • Anticancerígeno.
  • Antifúngico.
  • Anti-inflamatório/Aflatoxinas.
  • Regula o pH do corpo – um pH balanceado não deixa crescer células anormais
  • Potencialização de tratamentos vibracionais.
  • Fonte de silício.
  • Equilíbrio hormonal/Xenoestrógenos..
  • Substâncias essenciais como por exemplo magnésio, zinco e ferro são mantidos no organismo .

 

O que acontece após a ingestão da Zeólita.

Sistma Digestivo Zeólita

Atividades da Zeólita no trato digestivo

Cavidade Oral

Desdobramento da estrutura superficial da gaiola de cristais da Zeólita e distribuição dos potenciais.

Função de sorção

Inativação da microflora patogênica na cavidade oral e nos dentes

Esôfago

Abertura dos poros da rede cristalina e esvaziamento sucessivo da água cristalizada.

Estômago

Desenvolvimento sucessivo de reações de decationização de superfície ligadas a HCI.

Sequestro de alumínio e formação de coloides de sio2.

Formação de centros ativos na rede cristalina da Zeólita, que participam na biocatálise.

Liberação de íons e moléculas da estrutura cristalina (todos elementos do sistema periódico se encontrem na Zeólita).

Duodeno

Participação na função biocatalítica no processo digestivo.

Prolongamento e intensificação da digestão de alimentos.

Intestino Delgado

Fornecimento de micro e macro elementos essenciais.

Eliminação de elementos tóxicos, metais pesados, toxinas de medicamentos, metabólitos finais.

Absorção

Função biocatalítica durante a digestão.

Intestino Grosso

Regulação da hemeostase da água, equilíbrio ácido-básico e eletrlítico.

Sistema digestivo Zeólita

Todo os dias somos expostos a uma variedade de metais pesados: pelo amálgama dentário; medicamentos; vacinas; drogas, agrotóxicos/pesticidas; peixes e frutos do mar; flúor (água/pasta dental); poluição do ar (automóveis, trilhas químicas, indústria); micropartículas de plástico na água, lâmpadas eletrônicas e fluorescentes; alimentos industrializados (enlatados, adoçantes); produtos de higiene (sabonete, shampoo, cremes, maquiagem).

Nesse caso, enquadram-se todos aqueles que tendem ao processo bioacumulação, ou seja, que não são metabolizados pelos organismos vivos e que tendem a se acumular, predispondo doenças, onde podem afetar múltiplos órgãos e processos metabólicos

Modo de Consumo, Dosagem e duração de aplicação

Recomenda-se tomar pela manhã em jejum, pois:

  • A maior parte das toxinas ficam na mucosa, que está carregada de toxinas principalmente pela manhã.
  • Às 3 da madrugada é o horário que o corpo muda de ALCALÓIDE para ACIDOSE, o corpo absorve o que está no intestino,quando bactérias Saprófitas vão na matriz extra celular e liberam toxinas para a corrente sanguínea, onde fígado e rins jogam para o intestino e urina seus dejetos.
  • Durante uma semana tomar a quantidade do lado menor da colher dosadora ou meia colher pequena de café (1 g ou 3 ml) uma vez ao dia, em jejum ou antes de dormir com 200 ml de água sem gás.
  • A partir da segunda semana tomar a quantidade do lado maior da colher dosadora ou uma colher pequena de café cheia (2,5 g ou 6 ml) uma vez ao dia, em jejum ou antes de dormir com pelo menos 200 ml de água sem gás.
  • Tomar pelo menos 30 ml de água por quilo de peso por dia e não exceda a quantidade diária indicada sem ter consultado previamente o seu médico, farmacêutico ou terapeuta.
  • 100g são a quantidade necessária para 40 dias de tratamento, 200g para 80 dias.
  • Se tomar durante um período maior, é indicado fazer um intervalo de 10 dias após os 40 dias de tratamento.

Precauções

Durante a gravidez, amamentação ou em caso de problema médico, consulte o seu médico antes de tomar a Zeólita Clinoptilolita.

Em caso de sintomas incomuns, suspenda a utilização.

Não utilizar em simultâneo com outros medicamentos: aguarde pelo menos 2 horas antes ou depois de tomar a Zeólita Clinoptilolita.

 Destoxificação/ Possíveis reações decorrentes do tratamento

A Destoxificação é a transformação de tóxicos em não tóxicos, via reações enzimáticas, seguido de eliminação.

Em função do processo de desintoxicação e desinflamação (intestino, sangue e sistema linfático), principalmente após a introdução da suplementação alcalina, desparasitação e quelação, algumas reações orgânicas (listadas abaixo) podem ocorrer durante um curto período, indicando que o organismo está eliminando toxinas e desinflamando:

  • Assaduras após excreção das fezes ácidas;
  • Prisão de ventre/ Diarreia;
  • Cólica, flatulências e refluxo nos primeiros dias;
  • Erupções cutâneas, vermelhidão e coceiras principalmente na região da orelha, pescoço e cabeça;
  • Vômito;
  • Dores de cabeça;
  • Mucosidade;
  • Fome;
  • Febre;
  • Sudorese;
  • Tristeza;
  • Entusiasmo;
  • Irritabilidade;
  • Disposição;
  • Bem estar;
  • Euforia;
  • Sonolência.

Armazenamento e prazo de validade

  • Manter fora do alcance das crianças;
  • Proteger da radiação solar direta;
  • Guardar num local seco com uma temperatura inferior a 60ºC;
  • Validade: 2 anos após da data de fabricação.

Composição Física

  • Odor: Inodoro
  • Granulometria: < 1000 mesh
  • Capacidade de troca catiônica (CTC): 2,0 meg/g
  • pH: 7,0 -9,5
  • País de origem: Cuba

Composição Química

  • SiO2       70-75 %
  • Al2O3    7-15 %
  • Fe2O3   0,5-5 %
  • TiO2       0-0,5 %
  • CaO       05-5 %
  • MgO      0-3 %
  • Na2O    0-5 %
  • K2O       05-5 %
  • MnO     0-5 %
  • P2O       0-0,2 %
  • ZnO       0-0,1 %
  • CuO       0-0,1 %

Zeólita – Tira-Dúvidas:

Tem contraindicação para tomar a Zeólita?

Não tem contraindicação, apenas pessoas que tomam lítio orgânico para tratar a bipolaridade não devem tomar a Zeólita.

O lítio é um metal pesado e a Zeólita ia sequestrá-lo no intestino.

Qual é a diferença entre a Zeólita Standard e a Premium?

A diferença entre a Zeólita Standard e a Premium é apenas a granulometria. A Zeólita Premium, sendo um pó micronizado mais fino, requer uma dosagem menor para fazer um efeito ainda maior.

A Zeólita Standard é recomendada para pessoas com síndrome de intestino irritável, Morbus Crohn, diverticulite ou colite e para fazer máscaras externas.

Como deve se tomar a Zeólita?

A dosagem normal para a Zeólita Premium é uma colherzinha pequena de café cheia (usar a medida inclusa) ou 2,5 gramas, num copo d’água de 200 ml em jejum.

A dosagem normal para a Zeólita Standard é uma colher de chá cheia ou 6-7 gramas, num copo d’água de 200 ml em jejum.

Quem toma medicamentos em jejum, pode tomar a Zeólita antes de dormir.

Durante quanto tempo eu devo tomar a Zeólita?

Uma desintoxicação básica se faz com três ciclos de 40 dias com intervalos de 10 dias, para possibilitar uma recuperação dos órgãos de desintoxicação. Após esse período você pode tomar direto se quiser.

Como se faz a máscara para a aplicação externa?

Você pode misturar uma colher de sopa cheia de Zeólita com um pouco de água, vaselina ou óleo de coco até conseguir um creme consistente e aplicar no local desejado, cobrindo com um pano, gaze ou algodão úmido por vinte minutos. Após isso é só enxaguar com água. A Zeólita vai sequestrar as toxinas da pele junto com a histamina alocada subcutânea.

Existe Zeólita em cápsulas?

Teremos cápsulas também, porém recomendamos mais o uso do pó para aproveitar a desintoxicação começando já na parte da boca, do esôfago e do estômago. O pó é bem tranquilo pra tomar e praticamente não tem sabor nem cheiro.

Qual o país de origem da Zeólita?

O mineral que temos à disposição é um dos mais puros do planeta, proveniente de Cuba. Existem várias Zeólitas em forma de Clinoptilolita, porém muitos sem indicação para saúde humana, porque já sequestraram diversas toxinas do ambiente onde se encontram.

Quando tiver obturações de amálgama dentário, pode tomar Zeólita?

Sim, a Zeólita é um dos únicos quelantes que você pode tomar sem riscos de mobilizar o mercúrio das obturações de amálgama.

Crianças podem tomar Zeólita?

Sim, crianças até 8 anos podem tomar a metade da dosagem indicada para adultos.

Gestantes e lactantes podem tomar Zeólita?

A princípio sim, mas consulte um médico que conhece a Zeólita

Clinoptilolita antes de tomar.

Pode-se misturar a Zeólita com limão ou com suco?

Sim pode, porém a maior capacidade de quelação da Zeólita é mantida quando ela se toma apenas com água.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
1
Precisa de ajuda? Tem alguma dúvida?
Olá.
Em que podemos ajudar?